Arte por fora e comida saudável por dentro nas embalagens da Fazenda Pecanita

Além de comida de verdade, a gente tem paixão por arte. Por isso, vamos revelar um segredo: nos próximos lançamentos da linha Fazenda Pecanita, nossas embalagens vão estar cobertas por muito lápis de cor, aquarela e guache.

Ainda não podemos revelar muito, mas podemos adiantar que convidamos dois artistas para ilustrar nossos produtos: Amélia Brandelli* e Marcos Fioravante**. O briefing passado para eles foi o de resgatar elementos da botânica, que estivessem relacionados a alimentos de verdade.

Enquanto os produtos não saem do forno, revelamos um pouco desse lindo trabalho.

 

Também conversamos um pouco com os artistas para saber mais sobre este processo criativo.

Como foi o processo de criação para as embalagens da nova linha de produtos da Fazenda Pecanita?

Amélia Brandelli: O processo se deu com uma pesquisa de imagens tanto da internet como de observação do natural, como no caso da Pimenta (fruta e Flor) e dos grãos já preparados. Os materiais utilizados foram um bom papel e lápis de cor. Para chegar ao resultado final, levei 10 dias.             

Marcos Fiorante: Comecei trabalhando com muita pesquisa de imagens e referências para a representação do produto e características de cada elemento, de cada planta, suas cores, formas, detalhes, etc. Para realização dos desenhos foram utilizados lápis de cor, aquarela e guache, possibilitando boa variação de tons e cores, precisão das linhas e formas e contrastes.

No que vocês buscaram inspiração para fazer o trabalho nas embalagens?

Amélia Brandelli: Trouxe um pouco do que eu já venho trabalhando há mais ou menos 5 anos. A botânica é o tema que tenho mais a mão para desenhar e falar de desenho: da linguagem, plano, linha, composição...

Marcos Fiorante: Os desenhos tiveram referência nas pranchas de ilustrações botânicas, encontradas em livros e enciclopédias. Também busquei o mesmo estilo dos trabalhos da Amélia Brandelli.

A Pecanita trabalha muito com Comida de Verdade. Vocês também acreditam nessa ideia?

Amélia Brandelli: Comida de verdade está dentro da minha preferência alimentar.

Busco sempre consumir orgânicos, naturais e com menos corantes e conservantes possíveis.

Marcos Fiorante: Muitos estilos de vida são pautados pela correria da rotina e agendas agitadas, e ter uma opção de alimentação “de verdade” aliada à praticidade é uma boa saída.

Um pouco do trabalho de Amélia Brandelli e Marcos Fiorante pode ser conferido na exposição "detalhe, desenho", que fica até o dia 5 de agosto no Espaço Cultural ESPM-Sul, junto ao trabalho do artista Luciano Zanette. Fomos lá visitar e está maravilhoso!

* Amélia Brandelli é mestre em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS (2006) e Bacharel em Pintura pela mesma instituição. Lecionou no curso de Design Visual da ESPM, de 2003 a 2010, atuando também como coordenadora e curadora da galeria Espaço Cultural ESPM-RS (2006 a 2010).

** Marcos Fiorante é mestre em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais do Instituto de Artes da UFRGS e Bacharel em Artes Visuais pela mesma instituição.

Voltar